Resenha #08 : Laços Inseparáveis

Nome: Laços Inseparáveis
Autor: Emily Giffin
Editora: Novo Conceito
Nº Páginas: 448
Sinopse:Marian Caldwell é uma produtora de televisão de 36 anos, vivendo seu sonho em Nova York. Com uma carreira bem-sucedida e um relacionamento satisfatório, ela convenceu todo mundo, inclusive si mesma, que sua vida está do jeito que ela deseja. Mas uma noite, Marian atende a porta... para apenas encontrar Kirby Rose, uma garota de 18 anos com a chave para o passado que Marian pensou ter deixado para trás para sempre. Desde o momento que Kirby aparece na sua porta, o mundo perfeitamente construído de Marian — e sua verdadeira identidade — será chacoalhado até o fim, fazendo ressurgir fantasmas e memórias de um caso de amor apaixonado que ameaça tudo para definir quem ela realmente é. Para a precoce e determinada Kirby, o encontro vai provocar um processo de descobrimento que a leva ao começo da vida adulta, forçando-a a reavaliar sua família e seu futuro com uma visão sábia e doce. Enquanto as duas mulheres embarcam em uma jornada para encontrar o que está faltando em suas vidas, cada uma irá reconhecer que o lugar no qual pertencemos normalmente é onde menos esperamos — um lugar que talvez forçamos a esquecer, mas que o coração se lembra eternamente.

 
Emily Giffin me supreendeu, pensei que fosse um livro só de romance, meio meloso, mas não, é uma estória diferente sobre famílias. Esse é o terceiro livro da Emily  que leio, e percebi que nas estórias sempre tem um pouco sobre familia, todas que li eu adorei, ela faz com que nos entreguemos a leitura, e não deixa que fique cansativa.
  Laços Inseparáveis conta sobre Marian, uma mulher com 36 anos, mora sozinha em um belo apartamento em Nova York, é bem sucedida, um bom namorado, tem a vida que sempre sonhou.
  Sua vida está perfeita até que o passado bate em sua porta e tudo muda de rumo.Sua filha, Kirby, aparece e ela fica assustada, sem saber como lidar com a situação. Ela havia tomado uma decisão a 18 anos atrás, era um segredo que apenas ela e sua mãe sabiam, mas agora não andianta mais fugir ela terá que resolver.
  Kirby é uma adolescente que foi adotada, seus pais nunca esconderam isso, ela também sempre deixou isso bem claro a todos, ela tem uma irmã um pouco mais nova, são uma familia comum com  muito amor, nunca a trataram diferente. Com o passar do tempo Kirby começou a questionar a si mesmo sobre seus pais biológicos, queria saber sobre eles e então decidiu procura-los. Assim que completou 18 anos ela teve acesso, através da Instituição de Adoção, ao endereço onde estava sua mãe biológico. Escondida dos pais partiu para Nova York a procura dela. O primeiro encontro não foi como Kirby imaginava, ela não a rejeitou, mas também não a tratou com o esperado, a surpresa não deixou com que ela pensasse e reagisse.
  O livro é narrado em primeira pessoa intercalando entre Marian e Kirby. Adorei poder ler os dois lados da estória, a autora fez que as mesmas demonstrassem as suas divergências e qualidades.
  Não posso contar mais detalhes, mas elas aos poucos vão se aproximando e tem outras surpresas no livro.
 Esse foi um dos livros da Emily que mais gostei, muito bom. Recomendo!


Um comentário

Obrigada pela visita.
Todos comentários serão respondidos com muito carinho.
Volte Sempre.
Beijos
Dayse Ribeiro e Ana Rita

Topo