Poemas

  Comecei o curso de Direito e nos primeiros dias de aula o professor de Ciência Política passou 3 poemas que achei super interessante, vou compartilhar 2 deles com vocês. Para alguns será um pouco chocante pelas palavras mas vale a penas ler e refletir.

 O Analfabeto Político
Bertold Brecht (1898/1956)

O pior analfabeto é o analfabeto político.
Ele não ouve, não fala, nem participa 
dos acontecimentos políticos.
Ele não sabe que o custo de vida,
preço do feijão, do peixe, da farinha,
do aluguel, do sapato e do remédio
dependem as decisões políticas.
O analfabeto político é tão burro
que se orgulha e estufa o peito
dizendo que odeia a política.
Não sabe o imbecil que da sua ignorância política
nasce a prostituta, o menor abandonado, o
assaltante
e o pior de todos os bandidos,
que é o político vigarista, pilantra,
o currupto e lacaio
das empresas nacionais e multinacionais.



A indiferença
Martin Niemoller (1892 - 1984)

Primeiro levaram os comunistas,
Mas eu não me importei
Porque não era nada comigo.

Em seguida levaram alguns operários,
Mas a mim não me afectou
Porque eu não souoperário.

Depois prenderam os sindicalistas,
Mas eu não me incomodei
Porque nunca fui sindicalista.

Logo a seguir chegou a vez
De alguns padres, mas como
Nunca fui religioso, também não liguei.

Agora levaram-me a mim
E quando percebi,
Já era tarde.





O que acharam? Já conheciam?




2 comentários

  1. não conhecia, eu adorei.

    rabiiiscosnopapel.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Oi DAyse,
    Eu já conhecia o A Indiferença, acho ele maravilhoso. Tenho ele praticamente decorado na cabeça há anos de tanto que gosto.
    Fiz Direito também, saí na metade do curso para fazer Jornalismo.

    Beijos
    O Vitrô

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita.
Todos comentários serão respondidos com muito carinho.
Volte Sempre.
Beijos
Dayse Ribeiro e Ana Rita

Topo