Vegetarianismo

  Hoje o tema será diferente, falarei de algo  que gosto muito, vegetarianismo.

 O Vegetarianismo tem como base o consumo de alimentos de origem vegetal. Tem como prática não comer qualquer tipo de animal. Costuma ser classificado da seguinte forma:
(a) Ovolactovegetarianismo: utiliza ovos, leite e laticínios na sua alimentação.
(b) Lactovegetarianismo: utiliza leite e laticínios na sua alimentação.
(c) Ovovegetarianismo: utiliza ovos na sua alimentação.
(d) Vegetarianismo estrito: não utiliza nenhum produto de origem animal na sua alimentação.

 O vegetarianismo pode ser adotado por diversas razões. Uma das principais  é o respeito à vida dos animais.
 Algumas razões para se tornar vegetariano:
1.        Ética
São abatidos mais de 10 mil animais terrestres por minuto no Brasil para produzir carnes, leite e ovos. A maioria destes animais são frangos, porcos e bois – animais que têm uma complexa capacidade cognitiva e sentem dor, sofrimento e alegria da mesma forma que os cães que temos em casa. Os animais são sencientes (capazes de sofrer e sentir prazer e felicidade), por isso a escolha vegetariana é uma escolha de não compactuar com a exploração, confinamento e abate destes animais.
2.         Saúde
Diversos estudos associam efeitos positivos de saúde com a maior utilização de produtos de origem vegetal e restrição de produtos oriundos do reino animal. De acordo com inúmeros estudos científicos – cada vez mais freqüentes e publicados por instituições idôneas –, o consumo de carnes está diretamente associado ao risco aumentado de doenças crônicas e degenerativas como diabetes, obesidade, hipertensão e alguns tipos de câncer.
3.         Meio ambiente
Segundo a ONU, o setor pecuário é o maior responsável pela erosão de solos e contaminação de mananciais aqüíferos do mundo. A ONU também estimou que cerca de 14,5% das emissões de gases do efeito estufa oriundas de atividades humanas têm origem no setor pecuário. A maior parte do desmatamento da Amazônia tem sua origem na produção de carnes, laticínios e ovos. 97% do farelo de soja e 60% do milho produzidos globalmente são utilizados não para consumo humano, mas para virar ração para as fazendas e granjas industriais, produzindo alimentos a uma eficiência muito baixa.
4.         Sociedade
A produção de alimentos através da atividade pecuária não é apenas ambientalmente degradante, mas também contribui significativamente para o desperdício global de alimentos, uma vez que são consumidos de 2 a 10 Kg de proteína vegetal (por exemplo, soja) para produzir apenas 1 Kg de proteína de origem animal. Em um mundo com 1 bilhão de pessoas que passam fome, jogar toda essa comida no lixo é socialmente inaceitável. Ademais, o setor pecuário concentra a maior parte da mão-de-obra escrava rural brasileira.

Há quanto tempo sou vegetariana?  
Estou a 4 anos sem comer carne, e foi uma das minhas melhores escolhas. Com o tempo você percebe uma grande mudança no corpo e na alma, me sinto mais leve. não fico doente fácil, conto nos dedos as vezes que peguei algum resfriado nesse tempo. Por enquanto ainda consumo alimentos que levam ovo e leite, mas estou na transição de conseguir eliminar de vez.
O que me levou a parar de comer carne?
Um mês antes meu noivo parou  de comer carne, por respeito a vida dos animais, Sempre fui apaixonada por bichos, então parei para refletir que não fazia muito sentido amar os animais e come-los. Li alguns artigos sobre o assunto e tomei a decisão de parar. Não foi necessario assistir nenhum vídeo de torturas para chegar a essa decisão, e mesmo depois de 4 anos não tenho coragem de assitir, é pesado , é triste. 
Como foi a mudança na alimentação?
Parei da noite para o dia, não fui eliminando aos poucos. Nos primeiros 15 dias foi um pouco complicado até saber o que você pode comer. Mais depois você descobre tanta coisa que pode comer, que acaba percebendo que não é tão dificil assim. Existem diversos produtos e receitas fáceis para o dia a dia.
Dicas de como começar
  • Querer e força de vontade;
  • Tem pessoas que tem dificuldades de elimar de uma vez só como eu fiz, e isso é normal. Comece escolhendo um dia da semana para deixar de comer carne, depois vá aumentando para 2 dias na semana, e quando você ver já vai estar sem comer a semana inteira;
  • Pesquise algumas receitas fáceis para fazer, ( em breve postarei algumas aqui)
  • Leia sobre o assunto
Poderia escrever uma post gigantesco sobre o assunto. Pois existe muitas coisas bacanas para falar. Mas vou falando aos poucos. Uma vez na semana vou postar algumas dicas.
Para quem queira tirar alguma dúvida ou pegar algumas dicas fique a vontade para entrar em contato comigo, ajudarei com maior prazer.
Segue alguns links para pesquisas:
  http://www.svb.org.br/
 http://www.vegetarianismo.com.br/sitio

Tenham uma boa semana!
Beijos.

Um comentário

  1. Olá Dayse,

    Adorei a explicação sobre ser vegetariano!! Eu não sei se conseguiria ser.. não sou adepta a comer ovos por ser alérgica. O ovo além de sustentar ele é o principal item para ter uma dieta equilibrada.

    Um beijo,

    www.purestyle.com.br

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita.
Todos comentários serão respondidos com muito carinho.
Volte Sempre.
Beijos
Dayse Ribeiro e Ana Rita

Topo