Resenha #23: O ar que ele respira


Nome: O ar que ele respira
Autor: Brittainy C. Cherry
Editora: Record
Nº de Páginas: 308
Gênero: Literatura Estranhegeira / Romance / Drama
Sinopse: Como superar a dor de uma perda irreparável? Elizabeth está tentando seguir em frente. Depois da morte do marido e de ter passado um ano na casa da mãe, ela decide voltar a seu antigo lar e enfrentar as lembranças de seu casamento feliz com Steven. Porém, ao retornar à pequena Meadows Creek, ela se depara com um novo vizinho, Tristan Cole. Grosseiro, solitário, o olhar sempre agressivo e triste, ele parece fugir do passado. Mas Elizabeth logo descobre que, por trás do ser intratável, há um homem devastado pela morte das pessoas que mais amava. Elizabeth tenta se aproximar dele, mas Tristan tenta de todas as formas impedir que ela entre em sua vida. Em seu coração despedaçado parece não haver espaço para um novo começo. Ou talvez sim.
   Esse foi o último livro que li em dezembro/16, fechei o ano muito bem, pois esse é um livro maravilhoso.

  Tristan tinha uma vida feliz com sua esposa e seu filho,  estava a caminho para poder concretizar um bom negócio na sua área de trabalho, era uma nova conquista que traria mais oportunidades e felicidade para sua família. Porém no meio trajeto, recebe uma ligação de sua mãe pedindo para que volte , pois sua esposa e filho sofreram um acidente. Desse dia em diante, a vida de Tristan não foi mais a mesma, ele perdeu os dois em um acidente de carro. O brilho da vida se perdeu, Tristan não aceita ajuda para se recuperar, se torna amargo, grosso e mau humorado. Agora mora sozinha, e leva a vida na dele, da casa para o trabalho, trabalho para casa.
  Elizabeth está se recuperando da morte do marido, a única razão de viver é sua filha. Passa um tempo na casa de sua mãe, pois ainda não tem coragem de encarar sua casa com as lembranças . Porém viver ali não é nada fácil, depois que sua mãe perdeu seu pai, ela sai cada dia com um cara diferente, e Elizabeth não gosta da situação. Um dia percebe que ficar na casa da sua mãe, não vai fazer com que as coisas melhore, ela ergue a cabeça e volta com a filha para casa, para tentarem ter um vida normal novamente.
  Um ano depois ao voltar para sua casa, em uma cidade pequena onde todos se conhecem, ela é muito bem recebida pelos seus amigo e seus sogros. Ainda não é fácil lidar com as memórias, porém ela faz o possível para lidar bem com a situação, começar a trabalhar , tocar a vida com a força e apoio da sua pequena filha.
  Elizabeth conhece Tristão ,o esquisitão da cidade, é assim que todos reconhecem ele. Seus primeiros encontros não foram muito agradáveis devido ao mau humor dele, sempre tratava ela com grosseria. No decorrer da história, Tristan aos poucos vai se soltando, Elizabeth conhece o motivo da grosseria e passa a entender ele melhor. Vão se conhecendo cada dia mais, e nem sempre é um bom dia para eles. Começa uma mistura de sentimentos que nos faz querer ler mais e mais.
  
  No ínicio o livro começa apresentando a vida de cada um em capitulos separados. Os capítulos são divididos no ponto de vista dos personagens. E no decorrer da história você fica sabendo mais detalhes sobre os acidentes. É uma leitura fácil e gostosa, como amo romances amei esse livro, e no final rolou até um suspense para deixar o coração mais acelerado.
   Para os amantes de romance recomendo esse livro de olhos fechados. É misto de sentimentos, como amor, tristeza, ódio, perdão, prazer, ciúmes e possesividade.



 Não esqueçam de acompanhar o blog pelo: 

Instagram: @blogdoceestante

Facebook: Doce Estante

7 comentários

  1. este livro está me chamando incansavelmente para lê-lo. Sua resenha aumentou ainda mais, minha curiosidade. Adorei a resenha bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahaha
      Antes de ler também fiquei assim. Todos falando bem dele.
      Não resisti a curiosidade e fui ler.
      Não me arrependi. Adorei
      Se gosta de romances vai gostar desse.
      Beijos

      Excluir
  2. Olá!
    Vejo muitas pessoas lendo e comentando sobre esse livro! Isso me deixa com uma imensa vontade de ler kkkk'
    Adorei sua resenha!

    Beijo, beijos
    relicariodehistoriasma.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Confesso que li ele de tanto ver a capa dele na maioria dos insta, e todos falando bem.
      Li e não me arrependi.
      Se você gosta de romances. Acho que vai gostar desse.
      Beijos
      Obrigada pela visita.

      Excluir
  3. Oie!
    Tô bem curiosa com essa leitura, ainda não tinha visto resenhas. Gostei bastante.

    Blog.
    Facebook.

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita.
Todos comentários serão respondidos com muito carinho.
Volte Sempre.
Beijos
Dayse Ribeiro e Ana Rita

Topo